Organizativa – Blog

Negócios me desafiam, pessoas me encantam e histórias me inspiram!

Artes marciais, negócios e impacto social

Os negócios de impacto social têm entre seus principais objetivos ampliar as perspectivas das famílias mais carentes, para que possam ter condições dignas de vida. E o acesso à prática esportiva é um dos canais que aproxima profissionais dispostos a compartilhar seu conhecimento com estas pessoas menos favorecidas.

O primeiro contato com o Jiu Jitsu foi em 2007, quando Adriano Smalti escolheu o esporte para praticar uma atividade física. No ano seguinte a filha Bianca, na época com 05 anos, começou a treinar Judô. E não demorou para que as artes marciais conquistassem toda a família. Eliziane, esposa de Adriano, iniciou seus treinos no Muay Thai em 2010 e a segunda filha do casal, Brenda, no Jiu Jitsu, ao completar 05 anos, em 2015.

Foi a partir de um convite recebido por Adriano no ano de 2012, que nasceu o desejo de ministrar aulas para crianças e adolescentes. “Fui convidado a participar de um projeto social na Escola Imaculada Conceição, em Bento Gonçalves, que atendia alunos de forma gratuita. Percebi então que poderia ajudar mais pessoas através do esporte”, recorda Adriano.

Além da experiência com as crianças do projeto social, Adriano tornou-se professor em uma academia de artes marciais e teve a oportunidade de dar aulas em Garibaldi, quando decidiu abrir uma unidade da academia na cidade. “Em 2015 conseguimos inaugurar nossa filial, foram anos de muito trabalho duro. Com o passar do tempo, percebemos que o nosso público-alvo não era somente de atletas e sim de famílias. Por isso, no início deste ano resolvemos nos desligar da antiga equipe e fundar a Smalti Fight In Family, com o principal objetivo de unir membros da família por meio do esporte e melhorar a qualidade de vida através da arte marcial”, conta Adriano.

Sabendo dos benefícios do esporte na vida das pessoas, especialmente na infância, Adriano e Eliziane iniciaram, em 2018, o Projeto Social Pequenos Notáveis, para atender estudantes carentes. “Uma de nossas metas quando abrimos a empresa em Garibaldi era poder dar um retorno para a comunidade. Iniciamos com 50 crianças e neste ano conseguimos aprovar um projeto junto ao COMDICA, o que nos dá condições aumentar os atendimentos. Hoje são 50 alunos na modalidade Jiu Jitsu e 35 praticando Muay Thai, além de um curso de defesa pessoal que atenderá até o final do ano, cerca de 90 meninas de 13 a 17 anos”, explica Eliziane.

Ao perceber que muitas crianças não podiam se deslocar até a academia, por morarem em bairros mais distantes, a Família Smalti não mediu esforços para acolhê-las. “Fomos atrás de recursos para levar o esporte até elas e conseguimos aprovar nosso projeto junto ao Sicredi Serrana. Com a verba, foram compradas 120 folhas de tatame que serão utilizadas na Escola Valentim Tramontina, no Bairro Fenachamp. Também estamos analisando a ampliação do projeto em outra escola, com o apoio do município de Garibaldi”, comemora Adriano.

Além do reconhecimento pelo trabalho social realizado, a Smalti Fight in Family é referência como academia de artes marciais, graças ao empenho e dedicação de todos. Adriano e Eliziane dão aulas individuais e em grupo, Bianca é responsável pelo administrativo e financeiro e Brenda auxilia nas aulas para as turmas infantis. “Hoje nossa maior conquista é ver toda nossa família envolvida, além de termos conquistado a estrutura com que sonhávamos desde o início, um espaço de 500m² divididos em 03 áreas de treino”. E Adriano compartilha também os planos para o futuro: “já estamos estudando a abertura de uma filial da Smalti, devido à grande procura pelas modalidades e falta de espaço físico para atender esta demanda. Em relação ao Projeto Pequenos Notáveis, nossa meta para o próximo ano é atender em torno de 250 crianças de forma gratuita, além de conseguir patrocinadores para participar de competições.”

Empreendedores comprometidos, que assumem a responsabilidade e aproveitam seu potencial na busca de soluções para problemas sociais da sua comunidade, causam um impacto positivo na vida das pessoas, o que, por consequência, também favorece o crescimento do seu negócio. É mais do que ter um propósito, é estar empenhado com o bem-estar das pessoas, é vivê-lo no dia a dia, nas relações com o mercado. E nesse quesito a Família Smalti conquista a medalha de ouro.

Aline Agatti – CRA RS-050836/O
Organizativa Consultoria Empresarial
[email protected]
@aline.agatti

Jornal Design Serra (Bento Gonçalves/RS) – outubro/2021

Um comentário em “Artes marciais, negócios e impacto social

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao Topo